TÊMPERA DE VIDROS

O vidro temperado é normalmente feito a partir do vidro comum (não temperado), a partir de um processo térmico.

Este é aquecido a uma temperatura pouco superior a sua Temperatura de transição vítrea. Logo após, jatos de ar frio de alta pressão são acionados sobre a superfície do vidro a partir de bocais localizados em posições que promovam uma taxa de resfriamento na superfície muito maior do que em seu interior.

As paredes do vidro se solidificam e o seu interior ainda está em estado pastoso. Ao se solidificar completamente e voltar à temperatura ambiente, terá a acumulado um estado interno de tensão e compressão simultâneas. 

O processo químico alternativo à têmpera térmica é o de troca de íons onde uma lâmina de vidro com pelo menos 100 µm é imersa numa tanque de nitrato de potássio derretido. O processo força os íons do nitrato de potássio aos óxidos de sódio do vidro.

 

A têmpera química resulta num vidro de extrema rigidez mecânica ao preço de uma rigidez térmica menor quando comparado ao vidro temperado comum, sendo utilizado quando é necessária a têmpera de vidros moldados em formas complexas.

FORNO HORIZONTAL TAM GLASS

TECNOLOGIA

Tamglass-0641
2236
6
SuperT Right
1-1504091A427
2010043002300018
tamglass-9
1-1504091A427-50

MAXIGLASS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE VIDROS

Fone: +55 54 3278-0076 I 3278-0079

E-mail: contato@maxiglassvidros.com.br I atendimento@maxiglassvidros.com.br

Rua Primeiro de Janeiro, 507 - Bairro São José - Canela - Rio Grande do Sul - CEP 95680-000